Em Bauru, A.A. FIB e Yoka empatam primeiro jogo das quartas de final

IMG_7281O primeiro jogo das quartas de final da Copa Paulista entre Associação Atlética FIB e Yoka/ACR/UNISAL /Grupo Martins Lara não teve vencedores. As equipes se enfrentaram nesta quarta-feira (28), no Ginásio Duduzão, no campus das Faculdades Integradas de Bauru (FIB), e ficaram no empate em 1 a 1; melhor para o time de Guaratinguetá, que pode empatar a próxima partida e a prorrogação para avançar. Os bauruenses se classificam com uma vitória no tempo regulamentar ou na prorrogação.

A comissão técnica da A.A. FIB, formada pelos irmãos Everton Carvalho da Silva, o Alemão, e Everton Carvalho, ganhou um desfalque inesperado para o primeiro jogo decisivo, o ala Leandro, que já marcou dois gols na Copa Paulista, sentiu uma lesão na virilha direita e não entrou em quadra; o goleiro Pedro, que rompeu o ligamento do tornozelo esquerdo também não jogou. Apesar dos desfalques, a equipe de Bauru teve chances de marcar do início ao fim do primeiro tempo, entretanto, não conseguiu tirar o zero do placar.

Aos cinco minutos, Rafael Vilela finalizou forte, o goleiro de Guaratinguetá evitou o gol com o peito e no rebote, Misael foi travado e ganhou escanteio para os bauruenses. Sete minutos mais tarde, Jonathan Bob cobrou falta na meia quadra e encontrou Danilinho na área, que não conseguiu desviar para o gol para anotar o primeiro tento da A.A. FIB. A um minuto do intervalo, Rafael Vilela teve outra chance: girou sobre o adversário, mas bateu por cima da meta.

O Yoka/ACR/UNISAL /Grupo Martins Lara pouco assustou na etapa inicial e conseguiu balançar a rede em uma jogada individual: Paulinho pegou a bola antes da meia quadra, foi levando até a área e venceu o goleiro Luccas aos 13 minutos do segundo tempo. Imediatamente após o gol, Misael assumiu o papel de goleiro-linha e logo na primeira chance, quase marcou em um cruzamento de Danilinho.

Faltando quatro minutos para o cronômetro zerar, a jogada se repetiu: Danilinho cruzou e o goleiro-linha Misael empurrou para a rede para fazer 1 a 1. Com a vantagem de empatar os dois embates e a prorrogação para chegar à semifinal, o Yoka/ACR/UNISAL /Grupo Martins Lara, que teve melhor campanha que a A.A. FIB na primeira fase, se segurou na defesa para manter a igualdade no placar.

“Estamos vivos na decisão! Vamos jogar a volta em Guaratinguetá e esperamos que eles tenham outra postura por atuar em casa, com isso, vamos ter mais espaço para jogarmos e buscarmos a vitória. Precisamos reverter uma pequena vantagem e nosso grupo já mostrou que é capaz de superar as adversidades. Estamos vivos!”, analisou o Alemão, treinador da A.A. FIB. O segundo jogo das quartas de final será no dia 5 de novembro, às 20:00 horas.

Veja mais fotos do confronto no Facebook - Associação Atlética FIB - Bauru





Parceiros