Mesmo com 28 finalizações, A.A. FIB sofre primeiro revés em Bauru

[caption id="attachment_947" align="alignleft" width="1000"]Fernando Martins/Participi foto: Fernando Martins/Participi[/caption]

Pelo terceiro jogo consecutivo na Liga Paulista de Futsal, a Associação Atlética FIB teve mais volume do que o adversário, criou mais oportunidades de gol e foi derrotado nos últimos minutos. Foi assim contra o Jacareí e Pulo do Gato, fora de Bauru, e nesta segunda-feira (20), contra o Yoka/ACR/ UNISAL/Grupo Martins Lara no Ginásio Duduzão, no campus das Faculdades Integradas de Bauru (FIB). Com um gol a 30 segundos do apito final, os bauruenses perderam por 2 a 1 e sofreram o primeiro revés em seus domínios na competição estadual.

O que também se repetiu nas últimas três rodadas foi o número de desfalques da A.A. FIB: o goleiro Luccas, com suspeita de dengue, e o ala Taquá, que se recupera de uma lesão no joelho, ficaram de fora do confronto contra o time de Guaratinguetá; Rafael, que também estava com suspeita de dengue, e o fixo Júlio Chaló, lesionado, estiveram no banco, mas não atuaram. Recuperados, o capitão Evinho fez parte da formação inicial do técnico Elton Carvalho e o pivô Henrique entrou no decorrer do jogo.

Com uma proposta de se defender e explorar os contra-ataques, o Yoka/ACR/ UNISAL/Grupo Martins viu seu melhor jogador em quadra ser o goleiro Diego, que fez defesas importantes e assegurou o resultado. Aos dez minutos de jogo, a estratégia da equipe de Guaratinguetá deu certo e Caio aproveitou um contra-ataque e abriu o placar. Em vantagem, os visitantes se fecharam ainda mais no campo de defesa e o goleiro Diego voltou a ser importante, defendendo ótimas chances criadas por Gedson, Misael, Henrique e Fumaça. O arqueiro só não foi páreo para Wesley Bahia, que girou dentro da área e bateu no alto, para empatar a 40 segundos do intervalo.

O panorama na etapa final foi o mesmo, a A.A. FIB buscando a vitória e o Yoka/ACR/ UNISAL/Grupo Martins Lara se defendendo e saindo no contra-ataque. O técnico Elton Carvalho pediu paciência à sua equipe, que manteve o volume de jogo no campo ofensivo e terminou a partida com 28 finalizações contra apenas 8 do time adversário, que foi mais eficiente, e balançou a rede 30 segundos do fim com o ala esquerdo Gustavo, após uma chance de gol perdida pelos bauruenses.

“Solicitei tempo um minuto antes de sofrermos o gol para pedir calma aos meus jogadores e mais uma vez, a ansiedade em marcar, nos fez perder pontos. Foi o primeiro resultado negativo em Bauru e temos mais um jogo em casa para, enfim, nos recuperarmos na competição. A torcida apoiou contra o Yoka e espero que seja assim na próxima partida, para podermos presenteá-los com a vitória”, revelou o técnico Elton Carvalho.

Na próxima segunda-feira (27), a A.A. FIB volta a jogar no Ginásio Duduzão, às 20:00 horas, contra o Indaiatuba, outro adversário direto por uma vaga na segunda fase. Enquanto a equipe de Bauru se mantém com 3 pontos na 12ª colocação, ainda na zona de classificação, o seu próximo rival está no 14º lugar, com apenas um ponto, no entanto, encara a AABB/MAPFRE, em casa, antes do duelo em Bauru.

[caption id="attachment_948" align="alignleft" width="1000"]foto: Fernando Martins/Participi foto: Fernando Martins/Participi[/caption]





Parceiros